segunda-feira, 31 de Março de 2014

" FEIRA DE MELIDES "

Na FEIRA DE MELIDES a absorver a Cultura Popular...

O Cante Alentejano é um género músical tradicional do Alentejo. É um dos bens culturais imateriais que melhor personifica a cultura identitária do Alentejo.

Está prevista a Candidatura do Cante Alentejano a Património da Humanidade da UNESCO.

O artesanato também é uma forma de cultura artística no Alentejo.

 AUTENTICA PECHINCHA

BONECAS
FEITAS INREIRAMENTE À MÃO
SÓ       15 EUROS

Ou então:

FRANGO
NA
PÚCARA 
ou
ARROZ NO FORNO

Feira de Melides / Nov. 2013
Foto: cajoco

segunda-feira, 24 de Março de 2014

" PILOTOS "




Controlam a acção dos rebocadores à entrada e saída do porto.
Subir a bordo pode ser arriscado, especialmente quando o tempo não ajuda...

Fotautor: cajoco

quinta-feira, 20 de Março de 2014

sexta-feira, 14 de Março de 2014

" RuínaS "



Duas palmeiras minadas pela doença,
Faziam  guarda ao palacete arruinado.
Sairem dali? Não há quem as convença,
Enfim, um conjunto assaz mal encarado.


Com uma dúzia de machadadas  
Alguém não as alentou mais,
As palmeiras foram pois decepadas
Virando um par de "castiçais".

Fotautor : cajoco

segunda-feira, 3 de Março de 2014

" Caravela VERA CRUZ "


Caravela VERA CRUZ em Sines


A Caravela VERA CRUZ, uma réplica da caravela do tempo dos Descobrimentos, vai estar fundeada no Porto de Recreio de Sines, entre 1 e 7 de março.


quinta-feira, 27 de Fevereiro de 2014

"As CegonhaS"

As cegonhas já estão de volta...
Sair do local onde vivemos e procurar outros lugares, passear ao ar livre num dia de sol retempera as energias.


Num céu azul e calmo os ninhos de cegonha estão por toda a parte.


Ei-las, em pleno Alentejo, pairando no espaço,


para de seguida procurarem os insectos de que precisam para se alimentarem.

segunda-feira, 17 de Fevereiro de 2014

" SANTA SUSANA "

De Alcácer do Sal para Montemor-o-Novo, a certa altura, a aldeia de Santa Susana desperta a nossa curiosidade.


Alí deparamos com a pequena Igreja Matriz de Santa Susana, um templo de referência pela sua arquitetura de características tipicamente rurais, onde nem sequer falta um ninho de cegonha coroando o campanário com relógio e os seus sinos, sob a protecção da cruz e de um anjo.

Na torre detrás um galo vigia e um sino está pronto para repicar fazendo coro com os demais.




 A entrada da igreja é precedida dum cruzeiro desataviado, cuja estrutura, de per si, contém sempre algo mais divino do que é visível.
O Alentejo é um oásis sem fronteiras, com os seus recantos de tranquilidade, sossego, ar puro e proximidade do campo..

O azul e branco faz parte da beleza natural do Alentejo, basta olhar em volta.

cajoco

Fotos: cajoco