quinta-feira, 20 de outubro de 2011

INDIGNAÇÃO...


9 comentários:

  1. Hoje minha visita é para anunciar
    uma novo circulo de minha vida.
    Continuarei com as homenagens
    que é a razão do blog (A VIAGEM)
    A imagem escolhida por mim no novo visual
    tem tudo a ver com o futuro, não só do blog,
    mas da surpresa que a qualquer
    momento será anuciada no blog.
    Hoje sou parte da vida de cada
    pessoa amiga e tão amada por mim,
    também sou membro do Clube dos Novos Autores.
    Com muita alegria convido você a paricitipar com
    todos nós do clube também.
    Minha Viagem prossegue amando e acarinhando todas
    minhas lindas amizades.

    Deixando um pedido muito importante para mim.
    Eu não estou deixando vocês ,
    E sim, entrarei na casa de cada um de vocês.
    Conto com o carinho de sempre em meu blog,

    Esteja comigo como sempre estiveram
    Deus estara com você e comigo.
    Segure nas mãos de Deus e na minha e vamos nessa
    Deus já abençoou.
    Com carinho.
    Evanir
    20 de Outubro

    ResponderEliminar
  2. Já Camões se sentia descontente com o que via no seu mundo. Morreu como sempre se sentiu.

    Os séculos passaram, mas a mensagem permanece porque o motivo que a gerou se mantém.

    Não é um problema do tempo nem de fronteiras. É muito mais profundo, de genética.

    Beijo

    ResponderEliminar
  3. Olá amigo Jorge!

    Lindo esse poema de Luiz de Camões! Boa escolha.

    Um grande abraço.

    PS.Vou ler os post's que deixei para trás.

    ResponderEliminar
  4. Bien escogido y bien encontrado, Excelente entrada.
    un abrazo y buen fin de semana

    ResponderEliminar
  5. Um momento mesmo de indignação do Camões!!
    Tem horas que o mundo parece mesmo bagunçado para nossos olhos estreitos e terrenos.
    Beijos e boa noite!!

    ResponderEliminar
  6. Jorge, meu querido Amigo,
    ao ver esta sua bela foto e o título que lhe deu, o meu primeiro sentimento de indignação foi pela negligência a que me parece estar votada a estátua deste grande vulto da Literatura Portuguesa! Não conheço o local e é a primeira vez que o vejo, somente porque o meu Amigo teve a amabilidade de connosco o partilhar.
    Quanto ao poema, poderia ter sido escrito hoje, já que o mundo anda tão ou mais desconsertado do há cinco séculos atrás.
    Jorge, desejo-lhe um muito feliz e tranquilo fim de semana.
    Beijinhos
    Janita

    ResponderEliminar
  7. Amigos/as,
    Ligados através das redes virtuais é bom ter quem connosco partilha valores e ideias, mesmo que esteja a quilómetros de distância.
    Obrigado e um abraço para todos/as.
    J

    ResponderEliminar
  8. Como é actual o nosso Luíz Vaz de Camões!
    E quanta sabedoria em relação à condição humana...
    A genialidade com que disse tanto em tão curto poema!

    ResponderEliminar
  9. Olá Jorge:
    Bem-vindo ao meu espaço. Grato pelas palavras lá deixadas. Passarei a ser um seu seguidor. Como vizinhos que somos, quem sabe não poderemos ter um pouco de cavaqueira. É só combinar. Um abraço e, volte sempre.
    João

    ResponderEliminar